24 fevereiro, 2009

Palavras lidas #73


Não são mais que palavras lidas "Doctor of Philosophy - Economics". As palavras propriamente ditas dizem-me pouco mais do que as assinaturas dos orientadores no papel especial aquando da aprovação da dissertação em Maio. Como entreguei a dissertação duas semanas depois da data da cerimónia oficial de entrega de canudos (mas para lá estar teria de ter entregue um mês antes... enfim, complicações), a data oficial de obtenção do grau foi administrativamente fixada em 25 de Janeiro do ano seguinte. Ou seja, há coisa de um mês. Nesse dia, recebi uma mensagem de um amigo na mesma situação que dizia "aparentemente estamos hoje a obter o grau... que tal?" Não pude deixar de sorrir e responder "eh pa, é mesmo hoje! Será que deveriamos trocar felicitações?" E assim foi, lá lhe dei os fictícios parabéns e recebi outros. Hoje chegou o diploma por correio.

É um misto de estranheza e indiferença. Não são as palavras no diploma que mudam coisa nenhuma. Nem as assinaturas de aprovação em papel especial. Nem mesmo o dia da defesa, se bem que este último (mais que todos os outros momentos) tenha tido o seu sabor particular. Mas é mais o processo em si. E pensar no longo percurso em caminho por vezes ténue e incerto... wow, faltam-me as palavras...

3 comentários:

PZM disse...

A defesa pode ter marcado um momento especial, mas o diploma vai assinalar um percurso inesquecível. Daí só poder ser devidamente apreciado daqui a uns bons anos...
Um beijinho de parabéns!

Atlantico Central disse...

Um novo começo (não é sempre assim?)

:)

Anónimo disse...

Finalmente, o canudo da sô Doutora chegou... mais vale tarde do que nunca... Parabéns again!

De facto, esse canudo representa uma história, um percurso, muito trabalho, muita pesquisa... enfim, um período da tua vida que certamente será inesquecível, portanto, o seu valor, apesar de se tratar de um papelucho, é mesmo inestimável:)

Continuação de bom trabalho pós-canudo!

SP