29 novembro, 2011

Parece que estou a ouvir #121

Everywhere

Everywhere I go I know
Everywhere I go will glow
The sleepy summer sky
The lovers passing by
All the cities too
Make me think of you

Everywhere I go I see
A world designed for you and me
I always realized with every new sunrise
That you are with me everywhere

I've never ever known a love that lasted
Beyond the thrill of a first kiss
This love of ours has utterly surpassed it
And now my bliss is this

Every time I'm far from home
I am never quite alone
Whenever we're apart
You're always in my heart
For you are with me everywhere

Every time I'm far from home
I am never quite alone
Whenever we're apart
You're always in my heart
For you are with me everywhere

Coisas que não mudam #171

Everywhere


26 novembro, 2011

Parece que estou a ouvir #120


Fado Sagitário

Camané

Se foi Deus que quis assim
Nem tu sabes nem eu sei
Mas tenho-te presa a mim
Por tudo o que não te dei

Se eu te desse o que tu queres
Quem sabe se nesse dia
Depois de tu me prenderes
Eu nunca mais te prendia

E se me queres como sou
Não me queiras prisioneiro
Não te daria o que dou
Se me desse por inteiro
Só posso dar-te o que dou
Porque não me dou por inteiro

E por muito que te queixes
Só espero que tu entendas
Que prefiro que me deixes
A deixar que tu me prendas

Bem sei que é contradição
Eu pedir-te liberdade
Sabendo que a condição
É ficar preso à saudade

Ditto #192


Doubt is not a pleasant condition, but certainty is absurd.


--Voltaire

22 novembro, 2011

21 novembro, 2011

Palavras lidas #177

2012 Massachusetts Ave., Washington DC

Numa visita recente à Embaixada Portuguesa em DC, vieram-me à memória as palavras de Camões... a revolta da sua actualidade e a tristeza de ser de um país assim.
________________

Não mais, Musa, não mais, que a lira tenho
Destemperada e a voz enrouquecida,
E não do canto, mas de ver que venho
Cantar a gente surda e endurecida,
O favor com quem mais se acenda o engenho

Não no dá a pátria, não, que está metida
No gosto da cobiça e na rudeza
Duma austera, apagada e vil tristeza.

Luís de Camões, Os Lusíadas, X, 145

20 novembro, 2011

Pormenores #71

Newseum entrance wall, Washington DC

Because of (important) details, like this:

we have problems like this:

Freedom Plaza, Washington DC

19 novembro, 2011

Sem título #24

Sometimes, metropolitan area trains/subways get strange names: PATH, MARTA and BART. Last added to the list: MARC.

18 novembro, 2011

Coisas que não mudam #169

Há qualquer coisa de especial na luminosidade do fim do dia. Ontem foi assim, em Charlotte, NC:

as cores adquirem um tom semelhante ao de fotografias antigas e gastas;

ao mesmo tempo, no topo das árvores e prédios, há como que uns pontos de luz dourada tanto mais intensa quanto menor o ângulo do sol com a superfície terrestre;

como que a rasar as arestas salientes;

a temperatura da cor é tão intensa que parece irreal;

por uns breves momentos a luz ainda inunda o horizonte;

de cores ainda mais realçadas;

mas em poucos segundos apaga-se;

fica o contraste...

fantástico!

16 novembro, 2011

Coisas que não mudam #168


Nomes de lugares, com graça
_________

Este blog tem regulares acessos no Brasil. Grande parte vem de São Paulo e Rio de Janeiro, mas também de cidades como Campinas, Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza, Salvador, Recife, ou Florianópolis. Depois destas vêm locais com apenas 1 ou 2 acessos, mas com nomes muito, muito engraçados. Seguem alguns exemplos de locais que acederam desde o princípio de Outubro (mapa acima):

Apucarana
Arapiraca
Criciuma
Garanhuns
Guaramirim
Indaiatuba
Itaocara
Peruibe
Tiangua
Votuporanga
Uberaba

Não quero com esta lista brincar com os nomes das terras dos outros. Como uma (talvez mais que uma) vez me disse um amigo brasileiro "se as terras no Brasil têm nome estranho é culpa dos Portugueses!" Talvez. Apesar de o forte português nunca ter sido o sentido de humor, devo reconhecer que em Portugal também há muitos nomes de locais bem divertidos.

Recentemente um amigo inglês visitou o Porto e o vale do Douro, na foz do Tua, em plena região vinícola com paisagens lindíssimas... gostou tanto que diz que voltará. Infelizmente não se lembrava do nome do local onde ficou. Como não fala português, não lhe é fácil memorizar palavras que nunca viu/ouviu e que ainda por cima são complicadas de dizer... mas são muito, muito divertidas de ouvir. Depois de lhe pedir a localização exacta do local, mandou-me as coordenadas via google maps e fiquei a saber que ficou na pequena aldeia de Fiolhal, concelho de Carrazeda de Ansiães, distrito de Trás-os-Montes... belo começo! Há qualquer coisa naquele distrito que gera nomes de locais engraçados... ora vejamos:

Besteiros
Carrapatosa
Coruto da Cabeça
Franzilhal
Luzelos
Paradela
Paradelinha
Parambos
Ribalonga
Santrilha
Tralhariz

E ficamos por aqui ;-)

13 novembro, 2011

Cores de Outono #15

Fall is slowly coming to a close...

Sunday morning's hike is very different from the colorful experience of two weeks ago.

And yet, occasionally my jaw still drops at the red trees. The picture is not photoshopped!!

12 novembro, 2011

Foi neste dia #158 (1991)

The Dili massacre in the cemetery of Santa Cruz happened twenty years ago, finally drawing international attention to the atrocities of the Indonesian occupation of East Timor ever since 1975. A tragic day in East Timor's history that will never be forgotten.

11 novembro, 2011

Cores de Outono #14

The office view has changed yet again...

striking today: the blue skies and the red trees!

Foi neste dia #157 (1918)

O armistício foi assinado há 93 anos. Hoje nos EUA celebra-se o dia dos veteranos de guerra. Em Portugal é diferente.

08 novembro, 2011

Cores de Outono #13

bright colors... no photoshop enhancement necessary

Cores de Outono #12

Que música faz lembrar?

05 novembro, 2011

Numa sala perto de mim #177

Anonymous (2011) tells an alternative story of William Shakespeare when royal intrigue and the search for power were reasons to die or live for.

04 novembro, 2011

Numa sala perto de mim #176

Mozart's sister (2010) is not the type of movie you enjoy, but rather the movie that makes you pensive walking out of the movie theatre. There was a time in which being born a girl would pretty much determine your destiny... and yet, there are still so many places in the world where that happens!

02 novembro, 2011

Espantos #309

Como uma tela riscada